Aprenda a investir dinheiro da melhor maneira

Se você tem planos de fazer algo diferente com seu dinheiro, algo que pode melhorar suas finanças, não perca tempo. Saber como Investir Dinheiro de forma adequada, com certeza pode fazer grande diferença na sua vida financeira. 

Publicidade

A maioria das pessoas ficam em dúvida, dadas tantas opções, mas é importante saber que tudo depende dos seus objetivos. Primeiramente é necessário definir algumas metas e também estipular o tempo em que deseja alcançá-las. No início pode parecer um pouco difícil ou complicado, mas acredite, não é! 

Antes de mais nada, é importante estar ciente de que para ser um investidor, você precisa primeiro ser um poupador. Você deve manter organizados todos os seus gastos e também precisa conhecer as modalidades, sejam elas de curto, médio ou longo prazo. Quando estiver de acordo com tudo isso, aí sim você conseguirá entender qual se adéqua ao seu objetivo. 

Desenvolva uma estratégia para lidar com seu dinheiro 

Antes de começar a entender como investir dinheiro, você deve já ser uma pessoa econômica. Tem aqueles que acreditam que não conseguem economizar, já que ganham pouco, mas isso não é algo impossível. Para iniciar, crie uma planilha dos seus gastos fixos, variáveis, adicionais e extras. 

Você deve monitorar tudo de perto e reavaliar. Esteja atento aos pequenos custos, pois eles costumam esconder despesas enormes a longo prazo. 

Um passo que pode fazer diferença é você passar a solicitar descontos. Fale com a sua operadora de celular, com o provedor de internet e comece a pesquisar antes de fazer compras. 

Com essas pequenas atitudes você já vai perceber o dinheiro sobrando no final do mês. 

Investir Dinheiro

Quanto devo economizar antes de iniciar meus investimentos? 

Quando começar o seu planejamento financeiro, reserve um fundo de emergência. Neste momento não existe certo ou errado, cabe a cada pessoa calcular e determinar o valor que precisa ter em mãos caso haja uma eventualidade que pode, de alguma forma, afetar o recebimento da renda. 

Normalmente é recomendado reservar uma quantia que cubra todas as despesas fixas e também variáveis de pelo menos seis meses. Fazendo um investimento de curto prazo, é possível conseguir um bom retorno em cima desse dinheiro. 

Estabeleça o objetivo do seu investimento 

Agora que você deu o primeiro passo que é começar a economizar, você já pode pensar como deseja investir seu dinheiro. Você também precisa entender todas as etapas. É por isso que, antes de fazer sua escolha sobre qual se adapta melhor ao seu perfil, defina o tempo em que deseja ter esse retorno. 

Você deve saber responder à duas perguntas básicas: Qual é o meu objetivo? Qual é o prazo em que desejo alcançá-lo? 

Isso fará com que você saiba melhor onde quer aplicar o seu dinheiro, ou seja, no aplicativo que atende suas exigências. 

Caso você ainda não esteja estruturado, é importante não focar apenas no desempenho de um aplicativo. Ou seja, se houver o risco de você ter que se livrar do valor em questão no curto prazo, você também pode acabar perdendo todo o lucro. 

Investimento de Curto Prazo 

Se você está em um momento que ainda está procurando estabilizar seu orçamento, a poupança pode ser uma ótima opção. Nela você pode começar a guardar o seu dinheiro. 

Com a poupança você tem mais facilidade para realizar contribuições e também existe a possibilidade de troca imediata. É por isso que esse é um investimento que costuma ser tão utilizado por homens e mulheres em todo o país. O único problema é que hoje em dia a rentabilidade é muito baixa: 70% da taxa Selic, que foi fixada em 6,75%, além da TR (taxa de referência), que é zero. Sendo assim, atualmente a renda da poupança é apenas 4,73% anual. 

Publicidade

Uma outra forma de investimento é o Tesouro Direto de Poupança, que já tem crescido muito nos últimos tempos. Essa popularidade se deve a sua democracia, ao seu baixo risco e também pela possibilidade de retenção imediata. Além disso, o cliente também pode verificar demonstração de resultados através da internet. 

Para investir dinheiro nessa opção, basta ter uma conta bancária e um número de segurança social que seja válido. O valor para começar a investir deve ser de R$30,00. O investidor deve primeiramente escolher seu Agente de Custódia, ou seja, banco ou corretora que será o intermediário das operações. 

As taxas e a administração costumam ser baixas e a rentabilidade pode ser pré ou pós-fixada. Para essa última opção, pode haver uma variação de acordo com a taxa básica de juros (Selic), com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) ou o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado). 

Investimento a Médio Prazo 

Para quem pode aguardar um pouco mais de tempo para conseguir ter acesso a sua renda, existe o CDB que é o Certificado de Depósito Bancário. Esses títulos são emitidos pelos bancos, mas não é necessário de uma conta bancária para conseguir acessar. Os corretores sabem quem está oferecendo a melhor rentabilidade. 

Também existe a possibilidade de as tarifas serem pré ou pós-fixadas. As mesmas podem ser mais atraentes conforme a tendência de comportamento da taxa de juros determinada pelo Banco Central. 

Um outro detalhe é que nem todos os CDBs têm liquidez diária, o que faz com que o investidor seja obrigado aguardar um prazo para ter o retorno do seu investimento. Quanto maior for o prazo, maior será o investimento. 

LCI (Real Estate Letters Of Credit) é uma modalidade de investimento de renda fixa que tem retornos de taxa pré-fixada ou pós-fixada. Na primeira opção, a pessoa já sabe qual será o retorno desde o início do contrato. Na segunda opção, a rentabilidade pode variar de acordo com o CDI, que é negociado com o emissor da garantia. 

Esse é um investimento considerado de pequeno risco, pois ele tem o FGC (Fundo Garantidor de Crédito) que oferece garantia para aplicação com liemite de até R$250 mil. Contudo, ele não pode ser resgatado a qualquer momento, pois a liquidez está vinculada com o final do contrato, e esse período pode variar conforme a instituição responsável. 

O investimento LCA (Letras de Crédito do Agronegócio) nada mais é do que títulos emitidos por bancos e que trabalham de forma parecida com o LCI. Nos dois casos, o investidor deve procurar uma instituição financeira. Ele também tem a opção de realizar a cotação com um corretor que saberá lhe indicar as melhores alternativas de renda. 

Investimento a Longo Prazo 

Existem pessoas que pensam em investir para usufruir a longo prazo ou para complementar a renda no futuro, por isso existe a Previdência Privada. 

Esse é um investimento onde você deve avaliar as taxas que serão cobradas por cada instituição e também como deseja resgatar seu investimento. 

Quanto antes começar, menor será o valor a ser pago mensalmente. Tudo vai depender da quantia que você pretende aumentar no futuro. 

Qual a melhor opção para Investir Dinheiro? 

Não existe uma resposta certa para essa pergunta. Cada opção tem suas características e prazos de rentabilidade que podem ser ajustados ao perfil e objetivo de cada pessoa. As modalidades são diversas, desde as mais arriscadas até as mais conservadoras. 

É importante poder contar com alguém que possa te ajudar a encontrar as melhores opções, para não precisar se aventurar. Você também pode procurar por aqueles que estejam de acordo com o atual momento da sua vida. Esse trabalho é feito por corretores, eles procuram as melhores opções para você e apontam as vantagens e desvantagens de cada uma. 

Uma consideração também importante é que você, antes de ser um investidor, deve ser um salvador. Não importa se você tem um orçamento apertado, você deve reavaliar suas despesas. Planeje suas finanças, comece a economizar e a definir seus objetivos agora mesmo!

Publicidade